Últimos AcontecimentosO que acontece em Itajubá e região !

Sebrae divulga ranking das cidades e estados com melhores indicadores de desenvolvimento econômico

11 Dez 2018
Varginha, Pouso Alegre e Itajubá são as cidades do Sul de Minas que apresentaram as melhores colocações no Índice Sebrae de Desenvolvimento Econômico Local - ISDEL. O indicador, criado pelo Sebrae Minas, faz uma análise de dados e variáveis responsáveis por promover o desenvolvimento econômico local. As informações estão disponíveis para consulta no site do https://www.isdel-sebrae.com/

O ISDEL é uma das iniciativas do Sebrae Minas para estimular o desenvolvimento sustentável dos territórios por meio do fortalecimento da economia local. O índice tem o objetivo de reunir as informações necessárias para a construção de políticas governamentais e empresariais. “Elas possibilitam uma análise sobre as potencialidades e fragilidades dos territórios, o que pode ajudar na criação de políticas públicas mais assertivas focadas nas necessidades de cada cidade ou estado”, justifica o gerente da Unidade de Inteligência Empresarial do Sebrae Minas, Felipe Brandão de Melo.

O ISDEL posiciona os territórios em uma escala que varia de 0 a 1, onde estão os níveis mínimos e máximos de desenvolvimento. O índice analisa 30 indicadores, com base em fontes oficiais, divididos em cinco dimensões: Capital Empreendedor (educação, renda e densidade empresarial), Tecido Empresarial (relacionado à existência de elementos do tecido social, tecido empresarial, programas e ações associativistas), Governança para o Desenvolvimento (participação e controle social, articulação e gestão pública), Organização Produtiva (aglomerações e diversificação produtiva) e Inserção Competitiva (especialmente informações do comércio internacional).

“Mesmo algumas cidades possuindo características semelhantes em porte populacional, elas podem se diferenciar em aspectos como educação, inovação, infraestrutura, renda, entre outros fatores que o ISDEL considera como subdimensões, que podem ser avaliadas separadamente para comparar o que é mais desenvolvido em uma cidade do que em outra”, explica Melo.

Em relação aos estados, Minas Gerais (ISDEL 0,395) aparece em oitavo lugar, atrás de São Paulo (0,538), Rio de Janeiro (0,491), Distrito Federal (0,473), Santa Catarina (0,436), Rio Grande do Sul (0,434), Paraná (0,428]) e Espírito Santo (0,401). “O ISDEL não aponta se um território é melhor que o outro, mas sim, mostra em quais dimensões as cidades estão mais desenvolvidas e em outras que precisam de atenção para a formulação de políticas públicas mais efetivas”, afirma o gerente do Sebrae Minas.

No ranking das cidades mineiras mais bem posicionadas estão: Belo Horizonte (ISDEL 0,576), Contagem (0,488), Uberaba (0,472), Juiz de Fora (0,465), Varginha (0,458), Nova Lima (0,446), Sete Lagoas (0,445), São João del Rei (0,443), Divinópolis (0,441) e Pouso Alegre (0,436).

A expectativa é que o ISDEL seja atualizado anualmente de acordo com a divulgação dos dados das fontes oficiais. Para saber mais sobre o ISDEL acesse o site do Sebrae Minas.



Posição das maiores cidades do Sul de Minas no ranking ISDEL:

Varginha: 0,458 (5ª posição em MG)

Pouso Alegre: 0,436 (10ª posição em MG)

Itajubá: 0,427 (12ª posição em MG)

Três Corações: 0,417 (21ª posição em MG)

Poços de Caldas 0,407 (32ª posição em MG)

Lavras: 0,398 (40ª posição em MG)

Alfenas: 0,388 (57ª posição em MG)

Fonte: Sebrae - MG

Capoeira terá a primeira formatura com base na LDB

09 Dez 2018
No próximo dia 8 de dezembro, aconteceu na Escola Municipal Dr. Xavier Lisboa em Itajubá, as 10h00 da manhã, uma formatura que pode ser considerada inédita no Sul de Minas. Trata-se da primeira turma dos Projetos “Na Ginga da Cidadania e Mais Educação” a concluir com êxito o curso de “introdução à capoeira” com respaldo na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), conforme determina a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que é um instrumento de referência dos conhecimentos indispensáveis a todos os alunos da educação básica.
De acordo com o professor de história Telmo Pereira, que também é licenciado em educação física, “a capoeira hoje apresenta uma tendência da arte marcial, pois possui uma prática lúdica-festiva e isso a torna uma arte bonita, já que nos apresenta uma tríplice potencialidade de luta-dança-jogo e por isso ganhou destaque na Base Nacional Comum Curricular”, garante.
Durante todo ano de 2018, juntamente com a professora Guiomar Nadur, sua parceira de projetos já há alguns anos, eles fizeram um trabalho de introdução a essa nobre arte com as crianças do projeto. “Eu e a Guiomar procuramos através das aulas de capoeira, desenvolver as questões como capacidades, imaginação, fazendo assim, com que o aluno construísse a sua própria identidade, utilizando dos movimentos básicos, gestos naturais, coordenação motora, criatividade e convivência em grupo”, disse Telmo.
Nesta primeira formatura, o patrono homenageado será o Dr.
Rogério Vilela Pinto, Diretor-Presidente da Unimed Itajubá. Já a paraninfa homenageada, será a Secretária Municipal de Educação, Mariângela Alves da Silva. Ambos grandes incentivadores dos projetos em questão.
Em tempo: entre as competências da BNCC está o repertório cultural e ele é bem claro quando diz: valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.


CERPCH da Unifei recebe prêmio Marco Maciel Edição 2018 em duas categorias

08 Dez 2018
O Centro Nacional de Referência em Pequenas Centrais Hidrelétricas (CERPCH), sediado no campus sede da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), foi agraciado no dia 25 de setembro, em Brasília - DF, com o prêmio “Marco Maciel: Ética e Transparência entre o Público e Privado” em duas categorias.


Idealizada pela Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig), a premiação tem abrangência nacional e periodicidade anual, estando em sua segunda edição em 2018. Ela foi instituída com a finalidade específica de difundir a importância da atividade de Relações Institucionais e Governamentais (RIG) no Brasil, premiando instituições que, por intermédio de personalidades, profissionais, acadêmicos, autoridades públicas e jornalistas, venham a colaborar com o fortalecimento da atividade e se destaquem na defesa da ética, transparência e legalidade, agindo com profissionalismo, seja em âmbito público ou privado.

O CERPCH recebeu menção honrosa na categoria Jornalismo com a matéria Redes Inteligentes prometem revolucionar o setor elétrico, de autoria da jornalista Adriana Barbosa, assessora de imprensa e responsável pela revista PCH Notícias & SHP News, publicação vinculada ao Centro.

Nessa categoria, a premiação valoriza matéria ou conjunto de matérias de comunicação veiculadas que tenha tido comprovada relevância sobre a importância da atividade e do profissional de RIG no panorama nacional, bem como a inserção da atuação brasileira em cenário mundial.

Além da categoria Jornalismo, o CERPCH foi agraciado com a premiação na categoria Organizações Públicas, que premia instituição pública que, no bojo de sua atuação específica, tenha se destacado para o engrandecimento da atividade de RIG nacionalmente e para o fomento de ética e transparência na relação entre o público e o privado.

O CERPCH foi representado na cerimônia de premiação pelo seu secretário executivo, professor Geraldo Lúcio Tiago Filho, do Instituto de Recursos Naturais (IRN) da Unifei, que, durante seu discurso de agradecimento, ressaltou a importância da execução de trabalhos que incentivam a ciência, a pesquisa e a informação de maneira ética e transparente.


A cerimônia de premiação foi realizada no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, localizado na Praça dos Três Poderes, em Brasília, e contou com a participação de diversas autoridades, como ministros de Estado, presidentes de associações e representantes de empresas privadas que também foram agraciadas com a premiação.

* Texto produzido com informações da jornalista Adriana Barbosa, gerente de Comunicação do CERPCH da Unifei.