23/06/2024

Prefeito do Rio anuncia que vai desapropriar terreno do Gasômetro para construção do estádio do Flamengo


Eduardo Paes gravou e publicou em suas redes sociais um vídeo afirmando que a medida será publicada no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira (24). Por g1 Rio

O prefeito Eduardo Paes (PSD) anunciou na manhã deste domingo (24) que vai desapropriar o terreno do Gasômetro para a construção do estádio do Flamengo na região.

Segundo Paes, a iniciativa será publicada no Diário Oficial do Município na próxima segunda-feira (24). A informação foi antecipada pelo Jornal O Globo, na manhã deste domingo.

O clube vinha negociando há alguns anos com o banco que administra o fundo de investimentos que é dono do terreno e chegou a apresentar um projeto da nova arena. Contudo, em virtude do impasse nas negociações, o município decidiu intervir para garantir que o estádio possa sair do papel.

"É o início de um projeto, início de um sonho. O Flamengo, o Vasco, Botafogo e Fluminense, principalmente os quatro grandes, tem uma importância enorme para a economia do Rio de Janeiro (...) A gente entende esse papel. vai ser importante para a revitalização da área. O Flamengo não vai fazer só um estádio, vai ser um lugar de entretenimento, vai ter centro de convenções, já exigi isso do Flamengo", completou o prefeito.

O terreno do Gasômetro tem 88,3 mil metros quadrados e fica ao lado da Rodoviária Novo Rio e do Terminal Intermodal Gentileza, que conecta os serviços do BRT, do VLT e dos ônibus municipais.

Na postagem sobre o anuncio, o prefeito, que é torcedor do Vasco da Gama, brincou com deputado federal Pedro Paulo sobre a promessa de desapropriação do terreno em benefício do Flamengo.

"Notícia triste! Culpa sua Pedro Paulo! Pelo menos eu sigo fazendo aquilo que eu prometi em campanha: cuidar de todos, mas priorizar os mais necessitados. Vascoooo!", postou Paes, acirrando a rivalidade entre os dois clubes do Rio.

Leilão do terreno
O terreno do Gasômetro pertence a um fundo de investimentos gerido pela Caixa Econômica Federal. A desapropriação de terreno privado por parte do Poder Executivo está prevista na Constituição. Há uma série de requisitos legais para tal, mas resumidamente a medida é possível desde que haja interesse público e pagamento de indenização prévia, justa e em dinheiro.

De acordo com a postagem de Eduardo Paes, o modelo de desapropriação será por "leilão em hasta pública", o que significa que o terreno será leiloado de forma judicial, com valor mínimo estabelecido e uma série de obrigatoriedades de quem vai construir no local. O valor arrecadado no leilão será repassado para a Caixa Econômica como forma de compensação pela desapropriação.

O prefeito afirmou que entre as obrigações feitas ao vencedor do leilão estão a construção de um estádio, de um centro de convenções e outros equipamentos.

Em nota, o Clube de Regatas Flamengo se manifestou favorável à decisão da Prefeitura.

“Nosso projeto prevê um enorme investimento financeiro no local, capaz de ajudar na transformação de toda a região do entorno do novo estádio, valorizando em muito a área e entregando para nossa cidade um novo e moderno espaço, tanto de entretenimento quanto comercial. Fica o nosso registro dos mais sinceros agradecimentos ao prefeito Eduardo Paes e ao Deputado Federal Pedro Paulo pela sensibilidade que ambos sempre tiveram a respeito deste tema e pela visão empreendedora e positiva em relação ao desenvolvimento econômico e social da cidade do Rio de Janeiro.”

Mais Notícias...

19/07/2024
Filho de Lula xinga Janja em mensagem no WhatsApp
18/07/2024
Quem é a aluna brasileira de 17 anos que desponta como uma das 50 melhores do mundo
17/07/2024
Com viagra eletrônico, brasileiro quer acabar com constrangimento de homens com disfunção erétil na hora do sexo
17/07/2024
Professor da UNIFEI é coautor de novo livro sobre proteção solar na América Latina
16/07/2024
Elon Musk ameaça tirar X e SpaceX da Califórnia em resposta a lei que protege pessoas trans
15/07/2024
Aplaudida de pé em Wimbledon: leitura labial mostra reações de Kate
14/07/2024
Quem era Corey Comperatore, vítima de ataque a tiros contra Trump
13/07/2024
Casamento às Cegas: polícia de SP investiga participante por estupro
13/07/2024
Trump é retirado de comício após sons de tiros
12/07/2024
Decisão judicial libera Alec Baldwin em caso de homicídio culposo
    Casa Joka Institucional l
    Gustavo Almeida
    Unimev Itajubá
    Riera Turismo
    Colégio XIX de Março
    Instituto Mário Bragança - Castelo do Saber Itajubá
Precisa de ajuda? Converse conosco!